Celebrando a vida

spring2

“O inverno já foi, a chuva passou, e as flores aparecem nos campos. É tempo de cantar; ouve-se nos campos o canto das rolinhas”- Cantares 2:11,12

O que você sente, após ler esse texto tão lindo de Cantares? Logo que descobri e li esse texto, veio sobre mim algo extremamente agradavel. O desejo de não ficar parado. De não ficar parado nos meus sintomas. De me colocar em marcha. De celebrar a vida.

Anselm Grun, escreveu algo lindo, no livro “Caminhos para a Liberdade” que reflete bem o que senti com as palavras de Cantares. Escreveu assim: “Se nossa vida é uma festa que Deus festeja conosco, se temos parte na grande festa da criação, então nossa vida adquire uma diginidade divina, então nossa vida é digna de ser festejada. Uma maneira de celebrar nossa vida seriam rituais salutares. Eles também nos dão a sensação da liberdade, a sensação de  configurarmos e conformarmos nossa própria vida de tal modo que seja nossa própria vida,  que nós mesmos vivemos, em vez de ser vivida por nossas coações. Depende de nossa liberdade a maneira como confotmamos nossa vida, quais os rituais que lhe impomos , se isso  nos faz bem ou não, se nos torna felizes ou não”.

Que você possa trazer para o seu dia o conceito de que a sua vida é digna de ser festejada.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: